sábado, 28 de março de 2009

ABORTO






PRESIDENTE DO URUGUAI VETA A LEI DO ABORTO

O texto oficial do veto somente foi publicado na tarde da sexta feira 14 de novembro de 2008, no site da Presidência da República. O documento é um exemplo para o Uruguai e para o mundo. "HÁ CONSENSO", afirma no documento o presidente Tabaré Vazquez:





"DE QUE O ABORTO É UM MAL SOCIAL QUE DEVE SER EVITADO. TODAVIA, NOS PAÍSES EM QUE O ABORTO FOI LEGALIZADO, SUA PRÁTICA AUMENTOU. NOS ESTADOS UNIDOS, NOS DEZ PRIMEIROS ANOS, O NÚMERO DE ABORTO TRIPLICOU, E O NÚMERO SE MANTÉM: O COSTUME INSTALOU-SE. O MESMO ACONTECEU NA ESPANHA. A LEGISLAÇÃO NÃO PODE DESCONHECER A REALIDADE DA EXISTÊNCIA DA VIDA HUMANA EM SUA ETAPA GESTACIONAL, TAL COMO DE MANEIRA EVIDENTE É REVELADO PELA CIÊNCIA. A BIOLOGIA EVOLUIU MUITO. O VERDADEIRO GRAU DE CIVILIZAÇÃO DE UMA NAÇÃO MEDE-SE PELO MODO COMO SÃO PROTEGIDOS OS MAIS NECESSITADOS. POR ISSO DEVE-SE PROTEGER OS MAIS DÉBEIS. PORQUE O CRITÉRIO JÁ NÃO É MAIS O VALOR DO SUJEITO EM FUNÇÃO DOS AFETOS QUE SUSCITA SOBRE OS DEMAIS, OU DA UTILIDADE QUE OFERECE, MAS O VALOR QUE RESULTA DE SUA SIMPLES EXISTÊNCIA. ESTA LEI AFETA A ORDEM CONSTITUCIONAL E OS COMPROMISSOS ASSUMIDOS POR NOSSO PAÍS EM TRATADOS INTERNACIONAIS, ENTRE OUTROS O PACTO DE SÃO JOSÉ DA COSTA RICA E A CONVENÇÃO SOBRE OS DIREITOS DA CRIANÇA. O PACTO DE SÃO JOSÉ DA COSTA RICA OBRIGA NOSSO PAÍS A PROTEGER A VIDA DO SER HUMANO DESDE SUA CONCEPÇÃO E, ADEMAIS, OUTORGA-LHE O ESTATUTO DE PESSOA. O PROJETO, ADEMAIS, QUALIFICA ERRONEAMENTE E DE MANEIRA FORÇADA, CONTRA O SENSO COMUM, O ABORTO COMO ATO MÉDICO, DESCONHECENDO DECLARAÇÕES INTERNACIONAIS, COMO AS DE HELSINQUE E TÓQUIO, QUE SÃO REFLEXOS DE PRINCÍPIOS DA MEDICINA HIPOCRÁTICA QUE CARACTERIZAM O MÉDICO POR ATUAR EM FAVOR DA VIDA E DA INTEGRIDADE FÍSICA".




SOU CONTRA O SEXO LIVRE, ORQUE DEUS INSTITUIU O CASAMENTO COMO INTITUIÇÃO PARA O SER HUMANO LIBERAR SEUS DESEJOS SEXUAIS. MAS SE A PESSOA NÃO CONSEGUE CONTER-SE DENTRO DO CASAMENTO, PELO MENOS DEVE TER O MÍNIMO DE RESPONSABILIDADE PARA NÃO ENGRAVIDAR, USANDO METODOS ANTICONCEPCIONAIS, PARA QUE NÃO VENHA A PASSAR PELO DIOLEMA DE ABORTAR OU NÃO ABORTAR, E O PIOR, CONCLUIR QUE DEVE FAZER ISSO COM O SEU FILHO...




OS ATEUS PERGUNTAM, MAS ONDE ESTA SATANÁS ???
O DIABO EXISTE MESMO ???
CADÊ O DIABO ???
EIS AS OBRAS DELE....





a Alemanha de Adolf Hitler foi o segundo estado no mundo que
legalizou o aborto - nas nações ocupadas pelos alemães. O próprio
Hitler sublinhou que "face à existência de famílias numerosas na
população nativa, é para nós muito vantajoso que as raparigas
e mulheres façam o maior número de abortos possível", ameaçando
fuzilar "o idiota que quisesse introduzir legislação proibitiva
do aborto nos territórios ocupados de leste".



O ABORTO É UMA AÇÃO RADICAL E DOLOROSA, NÃO DEVE SER INCENTIVADA, SÓ DE VE SER PERMITIDA EM CASO DE MÁ FORMAÇÃO FETAL OU SE A MULHER CONCEBEU SEM O SEU CONSENTIMENTO ( ESTUPRO) PORQUE NESTE CASO A MULHER NÃ OTEM OBRIGAÇÃO DE LEVAR A CABO UMA GESTÃO QUE ELA NÃO CONSENTIU





O MAIS FORTE DEVE PROTEGER OS MAIS FRACOS, OS PAIS DEVEM PROTEGER OS FILHOS E NÃO MATÁ-LOS



DEVEMOS FAZER CAMPANHA PELO CONTROLE DE NATALIDADE QUE É DIFERENTE DO ABORTO. IMPEDIR A CONCEPÇÃO DA VIDA É MUITO DIFERENTE DE MATAR UMA VIDA EM FORMAÇÃO.




VOCÊ JÁ PENSOU SE ESTE "RAPAZINHO" FOSSE O SEU FILHO, TÃO PEQUENO E INDEFESO..


A RAZÃO NOS LEVA A CONCLUIR QUE O ABORTO É UM CRIME, PORQUE NÃO PODE SER NATURAL, HUMANO OU DIVINO, O ATO DE MATAR UMA CRINAÇINHA DENTRO DO VENTRE DA MÃE.

Nenhum comentário: