segunda-feira, 18 de agosto de 2008

ENXADA




Um crime bárbaro foi registrado na noite de ontem, sábado, por volta das 22h, no município de Joaquim Gomes, a 70 km de Maceió. O agricultor Gilvânio da Silva Clementino, 24 anos, foi assassinado a golpes de machado e enxada no Assentamento Paulo Freire.

Segundo informações da Delegacia Regional de Novo Lino, a denúncia do crime foi recebida na manhã deste domingo (18) e, por volta das 11h, numa operação comandada pelo delegado Antônio Nunes Cabral, os policiais Fábio André, Misael Domingos, Airton Ferraz e Carlos Antonio conseguiram efetuar a prisão em flagrante dos dois acusados pelo homicídio.

Os acusados, Cícero José dos Santos, 44 e Cícero Manoel da Silva, 38, também agricultores, teriam cometido o crime em uma residência, onde a vítima estava bebendo na noite de ontem, em companhia deles. O corpo foi arrastado da casa por cerca de 300 metros, sendo deixado em uma estrada de barro.

Segundo informações de testemunhas, o motivo do assassinato seria o fato de que Gilvâno da Silva teria discutido com os criminosos em razão de ter presenciado um crime cometido por eles.

Os acusados estão detidos na Delegacia Regional de Novo Lino e, após ser lavrado o flagrante, serão transferidos para Joaquim Gomes.








Um crime passional chocou os moradores do Bairro, Bom Jardim, periferia de Fortaleza. O crime aconteceu em uma residência simples do casal, por volta dàs 09hs da manhã de ontem, quarta-feira, (02), na Rua, Martins de Carvalho.

O comerciante Luciano Pereira da Silva, 39 anos, assassinou sua companheira, a dona-de-casa, Terezinha Arruda da Silva de 39 anos, a golpes de enxada, logo depois de uma discussão. Os golpes atingiram Terezinha, na cabeça, braço direito e pescoço, tendo morte no local.

O crime foi presenciado pelos dois filhos da vítima, um de 10 e outro de oito anos, filhos do primeiro casamento da vítima. Um bebê, de apenas nove meses, filho da vitima, com o assassino, também estava na casa. Uma vizinha do casal, que tentou intervir foi atingida na cabeça pelo comerciante e levada ao IJF em Parangaba. Depois de praticar o crime, Luciano Pereira, tentou fugir, mas teve tempo de pegar um facão e, uma faca da residência para se defender. O comerciante correu, mas foi perseguido por populares e encurralado num beco.

Com a faca e o facão em punho, defendeu-se de sofrer linchamento. Policiais do Ronda do Quarteirão, efetuaram a prisão. Com a chegada ao local, o titular do 32º DP - Bom Jardim, delegado Barbosa Filho, juntamente com o inspetor chefe, Josenildo Menezes. Luciano, foi encaminhado à DP e, autuado por homicídio qualificado.
Fonte: Da Redação com Plantão de Polícia - Fortaleza -CE/by Miquéas Capuxú.

Leave a Reply



UM HOMEM COM UMA ENXADA ENFIADA NA CABEÇA, QUALQUER OBJETO PODE SER INSTRUMENTO DE MORTE


Nenhum comentário: